Follow by Email

Total de visualizações de página

sábado, 19 de novembro de 2011

Zumbi dos Palmares e Mestre Bimba em cordel


Zumbi dos Palmares e Mestre Bimba em cordel

Os dias 20 e 23 de novembro são, respectivamente, as datas de morte e nascimento de Zumbi dos Palmares e Manoel dos Reis Machado, o Mestre Bimba.
Em novembro de 2006 publicamos o cordel " ZUMBI & BIMBA - Símbolos da Resistência Afro Brasileira " contando um pouco da trajetória destes grandes ícones da luta pela liberdade no Brasil. Dentro de nossas limitadas possibilidades, procuramos homenagear, informar e ajudar a preencher uma lacuna na literatura oficial:



" A história do Brasil
Que nos livros é contada
Muitas vezes se apresenta
De uma forma equivocada
Omitindo ou distorcendo
De maneira enganada

É claro que não podemos
Nunca generalizar
A minha intenção não é
De querer polemizar
Pois todos têm liberdade
Pra sua versão contar

Por isso em meus cordéis
Procuro sempre escrever
Histórias que muitos homens
Insistem em esconder
Mas que a memória do povo
Jamais irá esquecer

Zumbi dos Palmares foi
Um negro muito guerreiro
Lutou pela liberdade
Do povo afro brasileiro
Este sim, posso dizer
É um herói verdadeiro

Mestre Bimba é outro herói
Da história brasileira
Um negro também guerreiro
Que lutou a vida inteira
Buscando a dignidade
Da arte da capoeira ..."


E identificando também diversas semelhanças entre as personalidades e as histórias de vida dos dois:

" Zumbi e Bimba viveram
Duas épocas distantes
Mas tiveram em comum
Muitos pontos semelhantes
Vou tentar citar aqui
Alguns dos mais importantes

Os dois eram brasileiros
Eram negros, nordestinos
Descendentes de africanos
E ainda quando meninos
Escolheram seus caminhos
E traçaram seus destinos

Também eram lutadores
Corajosos e valentes
Nasceram pra liderar
Eram muito inteligentes
Lutavam pra seus irmãos
Viverem vidas decentes

Dedicaram sua vida
Defendendo um ideal
O Quilombo de Palmares
E a Capoeira Regional
E hoje são conhecidos
A nível internacional

Simbolizam até hoje
A marca da resistência
De um povo oprimido
E da nossa consciência
Da luta, da ousadia
Coragem e inteligência ..."




E os fatos que marcaram o mês de novembro em comum na celebração de seus nomes:

"Zumbi dos Palmares teve
Sua cabeça cortada
Por Furtado de Mendonça
Pra Recife foi levada
E em uma praça pública
Ela foi dependurada

Dia 20 de novembro
Foi o dia em que morreu
O maior guerreiro negro
Que o mundo já conheceu
Assassinaram Zumbi
O ideal sobreviveu

Mataram somente o corpo
Pois a alma é imortal
E também não conseguiram
Derrubar seu ideal
Zumbi dos Palmares hoje
É nosso herói nacional

Há mais de 300 anos
Zumbi vem simbolizando
A luta de todo o povo
Que continua lutando
Quanto mais o tempo passa
Sua fama aumentando

Mil seiscentos e noventa
E cinco Zumbi morreu
Duzentos e cinco anos
Depois que ele faleceu
No mesmo mês de novembro
Mestre Bimba então nasceu

Era 1.900
O dia foi 23
Como eu já disse antes
Novembro era o mês
Que nasceu mais um herói
Que o nosso Brasil fez..."


E o fim de suas vidas com a traição em comum e a certeza que suas lutas não foram e vão:

"Promessas falsas vieram
De vida nova em Goiás
Bimba deixou a Bahia
Partiu sem olhar pra trás
Em Goiânia ele sofreu
Dificuldades demais

Foi traído e enganado
Por alguém que confiou
Com toda sua família
Até fome ele passou
Chorou de tanta tristeza
Até que desencarnou

E assim como Zumbi
Morreu pela traição
Bimba também faleceu
Por causa da ingratidão
Mas entraram para a história
E não sofreram em vão

Jesus Cristo foi traído
Preso e crucificado
Foi xingado, foi cuspido
E até apedrejado
Por tentar salvar o mundo
De todo o seu pecado

Zumbi dos Palmares foi
A vida inteira atacado
Foi traído, esfaqueado
Baleado e degolado
Por lutar para que o negro
Não vivesse escravizado

Mestre Bimba também foi
Enganado e traído
Morreu longe da Bahia
Em Goiânia esquecido
Por lutar pro capoeira
Ter seu lugar merecido

Zumbi e Bimba morreram?
Isso eu não acredito
Com certeza estão agora
Em algum lugar bonito
Ao lado de Jesus Cristo
Nas terras do infinito

Mestre Bimba está no céu
Junto com Zumbi Guerreiro
Sorrindo só por saberem
Que acabou o cativeiro
E que hoje a capoeira
Já está no mundo inteiro

Todo ano em novembro
Eles vêm nos visitar
Nos dão força e coragem
Pra viver e pra lutar
Salve Zumbi & Bimba
Que Deus ponha em bom lugar"



A primeira edição do cordel patrocinada pela Petrobrás através do projeto Capoeira Viva do Ministério da Cultura está totalmente esgotado.
Para ler o texto na íntegra, teremos que aguardar o interesse de alguma editora e/ou patrocinador para uma nova edição.
Fazemos tiragens especiais sob encomenda para escolas, universidades, ongs, grupos de capoeira e etc.
Contato pelo email
victorlobisomem@yahoo.com.br

Salve 20 e 23 de novembro. Salve Zumbi  dos Palmares ! Salve Mestre Bimba!